Buscar
  • Thais Verona

Ser feliz: direito ou dever?

"Meus pais se casaram lá no nordeste e vieram pra São Paulo com uma mão na frente e outra atrás pra começar a vida, sem conhecer nada aqui", "Meu pai passou fome na infância", "Minha mãe foi abandonada pela minha avó", "Meus pais não tiveram estudo", "Minha mãe tinha dois empregos pra conseguir nos sustentar". Essas e tantas outras afirmações eu escutei em sessões de coaching de clientes que, na ocasião, já estavam em posições de sucesso na vida. Quando olhamos para os avós ou bisavós dessas mesmas pessoas, as histórias se tornam muito mais difíceis. Foram pessoas que fugiram de guerras, abandonaram suas famílias para mudar de país, perderam filhos no decorrer da vida para doenças ou fome - enfim, enfrentaram situações que jamais imaginaríamos hoje. Você também deve poder verificar isso na sua história.


Quase todos nós tivemos pais que carregaram um peso muito maior que o nosso. E, por sua vez, eles tiveram pais que carregaram outro ainda maior, e assim por diante. Se fecharmos os olhos e imaginarmos nossos pais, avós, bisavós, tataravós e demais antepassados bem atrás de nós, em instantes perceberemos que há um exército de pessoas cuja vida atravessou pra chegar até aqui. E essas pessoas foram diminuindo o peso, geração após geração, até que sobrasse de fato muito pouco pra nós. E se você já tem filhos, é provável que o deles já esteja menor que o seu também.   


Então: a felicidade é um direito ou um dever perante todas essas pessoas que vieram antes? A vida te deve algo ou você é quem deve a ela?   


Quem acredita que a felicidade é um direito ainda cultiva uma postura infantil, exigindo que a vida a satisfaça, exatamente como uma criança faz com seus pais. Essa exigência não honra nossos pais, muito menos aqueles que vieram antes de nós.


Para aqueles que crescem e que compreendem o que seus pais - e antepassados - passaram para que eles estivessem onde estão, a felicidade é um dever, um compromisso com aqueles que vieram antes. Para esses, a vida também flui mais fácil.   


Renuncie às exigências. Vá ser feliz!


#comecadenovo #processodecoaching #processoterapeutico #thaisverona #relacionamentos

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo